quarta-feira, 25 de março de 2015

Visitas de alunos do Colégio Nossa Senhora das Dores a sede da Superintendência de Arquivo Público pelo "Projeto Ações Educativas


Alunos de Ensino Fundamental do Colégio Nossa Senhora das Dores estiveram na Superintendência de Arquivo Público no dia 19 de março. Eles foram atendidos pela servidora Aline Mariscal dos Santos, onde puderam aprender a função e importância de um arquivo para memória e a história de um povo e na preservação e guarda documental.

As visitas guiadas na sede da Superintendência de Arquivo Público fazem parte do "Projeto Ações Educativas” para viabilizar o conhecimento documental.

Para agendar a visita de estudantes, por gentileza, enviar com uma semana de antecedência um ofício solicitando a direção do Arquivo o agendamento com data, horário, quantidades de visitantes, idade e ano que cursa e, se for o caso, o tema que se pretende abordar. 


Os telefones para contato da entidade são:
(34) 33124315 ou (34) 33382864
Email: arquivopublico@yahoo.com.br






quinta-feira, 19 de março de 2015

Dica de leitura: “O Império da ordem: Guarda Nacional, coronéis e burocratas em Minas Gerais na segunda metade do século XIX (1850-1873)”, por Flávio Henrique Dias Saldanha


Publicado em 2013 pela Editora UNESP no projeto - Edição de textos de Docentes e Pós-Graduados da UNESPa obra: “O Império da ordem: Guarda Nacional, coronéis e burocratas em Minas Gerais na segunda metade do século XIX (1850-1873)” é resultado do trabalho de doutorado em História de Flávio Henrique Dias Saldanha defendido em 2009 na Universidade Estadual Paulista – Unesp, campus Franca-SP.

“Saldanha analisa o prestígio social dos milicianos civis nomeados oficiais da Guarda Nacional do município de Mariana – MG. Essas nomeações são, à luz da análise do autor, importantes para o entendimento do sistema político brasileiro do século XIX, marcado pela convocação forçada, pelo serviço ativo dos pobres, pelo uso político dos recrutamentos, pela atuação eleitoral da milícia e pelo caráter clientelista da instituição.

Do embate entre público e particular, entre administração honoraria e burocrática na formação e consolidação do Estado brasileiro no século XIX, o prestígio social dos oficiais da Guarda Nacional constitui uma rica variante de análise, posto que a abolição do sistema eletivo em 1850 cristalizaria ainda uma possível estilização da seleção de indivíduos, considerados portadores naturais de liderança e de responsabilidade de comando na corporação.”

Atualmente Flávio Henrique Dias Saldanha é professor adjunto no curso de História na Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM, em Uberaba-MG.


Você poderá adquirir o livro através do site da Editora Unesp ou acessá-lo em conteúdo virtual clicando aqui! Não perca!


* Trechos extraídos do release da obra.
Adaptações: Thiago Riccioppo

segunda-feira, 16 de março de 2015

Dica de leitura: "Escravizados na Liberdade: abolição, classe e cidadania na Corte Imperial", por Rafael Maul de Carvalho Costa


No final do ano de 2014, o Arquivo Geral do Estado do Rio de Janeiro selecionou para publicação no Concurso de Monografias Arquivo da Cidade/Prêmio Afonso Carlos Marques dos Santos,  a obra: “Escravizados na Liberdade: abolição, classe e cidadania na Corte imperial”trabalho esse resultado da tese de doutorado em História, defendida por Rafael Maul de Carvalho Costa na Universidade Federal Fluminense – UFF em 2012.

Apesar de enfocar o debate nacional, este estudo se desdobra no Rio de Janeiro nos finais do século XIX, quando sede do governo imperial, num ambiente que se travavam batalhas contra a escravidão – “(...) nas ruas, nos gabinetes, na imprensa e no parlamento”. O trabalho traz contribuições essenciais para entender à construção da cidadania no Brasil.

Em Uberaba, o livro se encontra disponível na biblioteca da Superintendência de Arquivo Público para consulta pública. Você também poderá acessá-lo em conteúdo virtual, clicando aqui!

Boa leitura!

Texto: Thiago Riccioppo


terça-feira, 3 de março de 2015

Superintendência de Arquivo Público participa do projeto "MINHA TERRA, MINHA HISTÓRIA"

A Superintendência de Arquivo Público, de Uberaba apoiou e participou da produção do documentário "Minha Terra, Minha História", sob a coordenação de Alexandre Saad. O referido documentário faz parte da comemoração dos 195 anos de Uberaba, a instituição contribuiu com depoimentos esclarecedores para o entendimento da história do município com a participação dos seguintes historiadores:

  • João Eurípedes de Araújo - Diretor do Departamento de Pesquisa e Atendimento
  • Marta Zednik de Casanova - Superintendente de Arquivo Público
  • Thiago Riccioppo - Pesquisador


O vídeo histórico será apresentado em quatro locais de Uberaba relacionados, a seguir:

  • Praça da Abadia - 02 de março (Aniversário de Uberaba)
  • Distrito de Santa Rosa - 07 de março
  • Distrito da Capelinha do Barreiro - 14 de março
  • Distrito da Baixa - 21 de março
  • Distrito de Ponte Alta - 27 de março


Clique no vídeo abaixo para assistir o documentário "MINHA TERRA, MINHA HISTÓRIA".